junho 2012


Por onde anda o Ministério Público que não toma uma providência junto à Agência Nacional de Saúde? Ele proibiu a Americanas.com de assumir novos pedidos de clientes do Rio de Janeiro, até que a B2W efetuasse todas as entregas que estavam pendentes no site, lembram disto? Por que não fazer o mesmo com os Planos de Saúde? Nenhum plano de saúde poderia admitir novos associados individuais ou coletivos, até que estivesse normalizado o agendamento de consultas e exames em prazo razoável, segundo padrões da OMS. Simples, ou não!

O que não dá para entender é esta indiferença do poder público, que assiste ao espetáculo do crescimento do número de vidas supostamente protegidas pelos contratos sem a correspondente contrapartida na qualidade do atendimento como decorrência natural da adequação da rede de médicos credenciados. Por fim, cabe notar que nem os doentes se mobilizam para lutar pelos seus direitos, seja quanto ao dever constitucional de o estado prover a saúde pública, ou quanto à obrigação assumida pelos planos de saúde frente aos contratos.

Veja matéria no Globo Online: http://oglobo.globo.com/rio/consultas-duras-penas-com-planos-de-saude-5175821

Hoje, 11 de junho, recebi o segundo e-mail automático da Seção Defesa do Consumidor do Jornal O Globo. Como sabem, eu reclamei ao O Globo da política comercial de O Globo… Tudo faz crer que em breve receberei um pronunciamento completo e definitivo sobre este tema!

De: Envio Defesa do Consumidor – Infoglobo <respostaconsumidor@oglobo.com.br>

Para: wiliam.rangel@yahoo.com.br

Enviadas: Segunda-feira, 11 de Junho de 2012 8:11

Assunto: Defesa do Consumidor

Rio de Janeiro, segunda-feira, 11 de junho de 2012

Prezado (a) leitor(a) WILIAM BARBOSA RANGEL

A seção “Defesa do Consumidor” do jornal O GLOBO recebeu sua reclamação e entrou em contato com a empresa citada (JORNAL O GLOBO – ASSINATURA/INTERNET). Ela tem um prazo de 15 dias úteis para o envio da resposta. Após este prazo se ela não se pronunciar, cobraremos e tão logo esta resposta chegue, enviaremos pelo e-mail informado.

Qualquer comunicação deve ser feita pelo site http://www.oglobo.com.br

Agradecemos sua atenção.

Defesa do Consumidor

Jornal O GLOBO

Referência: 275807

Gerência de Relacionamento com o Cliente

Ediê Câmara /João Vitor / Márcia Bastos / Monaliza Santos

Tel.: 21- 2534-5200

Site: http://www.oglobo.com.br

ImagemO MRE soltou uma nota ontem no Facebook comentando as últimas decisões do governo brasileiro em relação ao sanguinário Presidente da Síria e a situação de calamidade humana deste pequeno país, onde todos os dias morrem dezenas de civis, entre eles muitas crianças, assassinadas pelas forças leais a este ditador.

A ONU até quer fazer uma ação enérgica, mas China e Rússia bloqueiam estas iniciativas no Conselho de Segurança da ONU, aproveitando-se do poder de veto que lhes caiu dos céus, e da condição de fiadores militares do ditador sírio.

O que não dá para entender é a tibieza da diplomacia brasileira, que insiste em achar que tudo vai se resolver através do diálogo, repetindo erros do passado recente, em que o Brasil passou vexame. O caso Brasil-Turquia-Irã foi de uma sem-vergonhice a toda prova, e resultou em nada vezes nada! O apoio ao Manuel Zelaia de Honduras também foi outro fiasco. No caso da Síria, o que dói é ver diariamente nos jornais os relatos e as fotos da população civil sendo massacrada, e saber que o governo brasileiro insiste no mundinho do faz-de-conta.

Ambicionamos maior poder no FMI, ambicionamos um assento no Conselho de Segurança da ONU. Porém, a inoperância brasileira frente ao holocausto sírio só nos afasta cada vez mais dos grandes centros de poder mundial. Ser líder mundial implica assumir riscos, tomar decisões, posicionar-se objetivamente diante dos fatos, e não apenas jogar para a arquibancada, esperando ganhar o troféu fair-play.

A turma de Economia (Administração – 1º Período) Caxias hoje deu um show! São 80 Alunos na pauta, e apesar de ser sexta, à noite, no meio de um feriadão, 53 Alunos compareceram! Dei uma aula super leve, uma revisão de Microeconomia e de Macroeconomia, visando às Avaliações do final do período.

Gente nova, gente bacana, gente legal! Um relacionamento respeitoso, e um grande interesse em aprender. Foram duas horas e meia muito proveitosas e gratificantes.

Então, eu mando o meu abraço aos Alunos da Sala L-315. Bom final de semana a todos, e que Deus abençoe cada minuto da vida de vocês!

Fiquei muito triste e preocupado: no final da aula de hoje um Aluno me procurou para conversar, e me disse que ia trocar de Campus no próximo semestre: sairia de Caxias, e iria para São João de Meriti. Motivo da mudança: violência! Assaltos!

Este Aluno vive correndo riscos, pois no trajeto entre a Unigranrio e o ponto de ônibus, ele presencia o livre trânsito de marginais que abordam alunos e professores, e os assaltam sem serem importunados pela Polícia.

Mais: disse-me este Aluno que recentemente um Professor do Curso Progressão foi assassinado numa tentativa de assalto! Será isto verdade?

Quando desci à Sala dos Professores para assinar o ponto, presenciei uma outra conversa entre dois colegas Professores, sobre o mesmo tema: um Professor da Unigranrio foi assaltado nesta semana, quando atravessava a passarela sobre a via férrea, e uma Professora foi assaltada por 4 pivetes, um deles armado, que levaram o seu automóvel, na saída do estacionamento.

Este humilde blog lança um apelo à Polícia Militar: pelo amor de Deus, façam alguma coisa para aumentar a sensação de segurança e principalmente, agir com inteligência e preventivamente no combate aos cracudos de Caxias, e aos assaltantes que se aproveitam da vulnerabilidade das pessoas de bem.

De modo particular, os quarteirões do entorno da Unigranrio podem e devem merecer atenção especial da Polícia Militar, como reconhecimento ao que esta respeitável instituição de ensino superior representa para o Município de Caxias e demais cidades da Baixada Fluminense.

Sou assinante do Jornal O Globo há quase 20 anos, e estou me sentindo incomodado com a política comercial referente a minha assinatura. Como prêmio por ser fiel a este meu fornecedor, eu pago 11 Reais por mês a mais, em relação a um cliente que faça uma assinatura nova hoje…

Nunca vi isso! Programas de descontos e afins servem para fidelizar o Cliente, mas O Globo faz o contrário: penaliza o Cliente fiel! A meu ver isto contraria frontalmente o Inciso II do Artigo 6º da Lei 8078 – o Código de Defesa do Consumidor. Ali se diz que é Direito Básico do consumidor “II – a educação e divulgação sobre o consumo adequado dos produtos e serviços, asseguradas a liberdade de escolha e a igualdade nas contratações“. Ora, O Globo ignora completamente a lei, e NÃO ME GARANTE A IGUALDADE NAS CONTRATAÇÕES,  e de quebra ainda fere o Inciso IV que protege o consumidor quanto a aplicação de “métodos comerciais coercitivos ou desleais“. É coercitivo na medida em que me impõe uma obrigação, a de ligar a cada 3 meses para reivindicar o desconto, e é desleal, por que se eu não fizer o contato, pagarei mais caro pela assinatura.

Sei que não é este o padrão de ética desta casa, e por isto, eu não posso aceitar o que está sendo feito comigo, e com os demais assinantes. Exijo uma resposta digna desta instituição, no sentido de preservar os meus direitos, frente ao Código de Defesa do Consumidor. O que fiz para isto?

Entrei no Portal do Globo, e registrei uma reclamação contra o jornal… no próprio portal… Imediatamente recebi a mensagem padrão indicando que a reclamação foi recebida, e que “a empresa” tem 15 dias para responder. Todas as vezes que usei este canal para registrar reclamações, vi a minha demanda ser atendida. Será que desta vez eu conseguirei?

Vou manter os meus 5 seguidores informados sobre o desenrolar deste caso.

O homem está acima do bem o do mal, e todos sabem disto. O que ele decide, decide, e será feito! Tudo o que o “mestre” mandar, faremos todos!

Ele impôs a sua candidata a Presidente, e Presidenta ela se fez.

Ele impôs um Ministério todo seu, para que o criador vigiasse atentamente os passos da criatura: o resultado não foi bom, não. Daí se criou um lema que marcou o primeiro ano de governo: “mês sim, mês não, um ministro no alçapão”. E foram muitos…

Ele impôs um candidato à Prefeitura de São Paulo, e a democracia interna do PT engoliu o sapo barbudo! E lá está o ministro que tantas vitórias trouxe à educação brasileira nos últimos anos, agora fazendo o seu ENEM (Exame de Neocompetência para Ex-Ministro) pra poder disputar os votos com o José Serra.

Ele impôs um candidato à Prefeitura de Recife, violando todos os códigos de conduta, de bom senso, de processo eleitoral, uma violência sem precedentes! Espera-se que o candidato que foi vítima deste estupro eleitoral reúna os seus panos de bunda e se mude para uma outra legenda um pouquinho mais ética que a dos petralhas.

Ele tentou, mas não conseguiu, foi interferir descaradamente na mais alta corte do país, e o Judiciário respondeu de forma republicana, agendando o início do julgamento do mensalão para o mês de agosto. Que seja o mês do desgosto para elle e para todos os réus do mensalão!

Imagem

Próxima Página »