O homem está acima do bem o do mal, e todos sabem disto. O que ele decide, decide, e será feito! Tudo o que o “mestre” mandar, faremos todos!

Ele impôs a sua candidata a Presidente, e Presidenta ela se fez.

Ele impôs um Ministério todo seu, para que o criador vigiasse atentamente os passos da criatura: o resultado não foi bom, não. Daí se criou um lema que marcou o primeiro ano de governo: “mês sim, mês não, um ministro no alçapão”. E foram muitos…

Ele impôs um candidato à Prefeitura de São Paulo, e a democracia interna do PT engoliu o sapo barbudo! E lá está o ministro que tantas vitórias trouxe à educação brasileira nos últimos anos, agora fazendo o seu ENEM (Exame de Neocompetência para Ex-Ministro) pra poder disputar os votos com o José Serra.

Ele impôs um candidato à Prefeitura de Recife, violando todos os códigos de conduta, de bom senso, de processo eleitoral, uma violência sem precedentes! Espera-se que o candidato que foi vítima deste estupro eleitoral reúna os seus panos de bunda e se mude para uma outra legenda um pouquinho mais ética que a dos petralhas.

Ele tentou, mas não conseguiu, foi interferir descaradamente na mais alta corte do país, e o Judiciário respondeu de forma republicana, agendando o início do julgamento do mensalão para o mês de agosto. Que seja o mês do desgosto para elle e para todos os réus do mensalão!

Imagem

Anúncios